Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Peça teatral com versão gay da Bíblia é alvo de protestos

Marcio Roberto Ramos | 2.12.13 | 0 comentários

Blog mroberto. Em 1998, foi encenada na Broadway pela primeira vez a peça teatral “Corpus Christi”, que mostrava Jesus e seus apóstolos como homossexuais e gerou uma enorme polêmica. Mesmo não sendo um grande sucesso, deu origem a um documentário.

Dez anos depois, o autor homossexual Paul Rudnick escreveu a peça The Most Fabulous Story Ever Told [A História Mais Fabulosa já Contada]. Ainda mais ofensiva, retrata Deus colocando no Jardim do Éden dois homossexuais: Adam e Steve, assim como duas lésbicas Jane e Mabel.
Esses seriam os primeiros seres humanos. Também reconta passagens bíblicas envolvendo Moisés e até Jesus Cristo onde todos são gays. Por isso, a peça teatral já foi chamada de a versão “gay” da Bíblia.
Em vários lugares onde foi apresentada nesses 15 anos que esteve em cartaz, enfureceu grupos cristãos. Na cidade de South Hadley, Massachusetts, foi apresentada para centenas de alunos de uma escola de ensino fundamental. Os pais pressionaram o governo local, enviando mais de 12 mil reclamações por e-mail, até que fosse cancelada.
Sua mais nova apresentação dever ser a partir de 6 de dezembro, em Oklahoma City. Contudo, os pastores da cidade já organizaram um protesto e estão convocando os moradores da cidade, especialmente os cristãos, a boicotarem a apresentação.
“Sentimos que é nossa responsabilidade erguer a voz e dizer, ‘Isso é errado’”, explicou o pastor batista Steve Kern à rede de televisão local News 9. Ele conta que dezenas de pastores da cidade assinaram uma carta para o prefeito da cidade, pedindo que o grupo teatral tivesse a permissão cancelada.
“Além de muitos palavrões, sabemos que isso [a peça] mostra nudez frontal, além de homens simulando sexo anal e sexo oral no palco… Esse tipo de pornografia bruta deveria ser exibida em um cinema que passa filmes pornôs, e não ser apoiado pelo dinheiro público e apresentada em uma teatro municipal”, diz a carta assinada pelos pastores.
Eles também reclamam que é algo “propositalmente ofensivo para os cristãos” e que “Seu autor chama a Bíblia de ‘mito’ e diz que seu texto é ‘um absurdo’.”
No entanto, Jim Brown, responsável pelo teatro municipal disse que a secretaria de cultura da cidade não tem direito legal de censurar e que a produtora pagou todas as taxas. A empresa responsável pela produção afirmou que não pretende cancelar as apresentações, pois muitas pessoas já compraram ingressos.
Os pastores já avisaram que irão fazer um protesto contra a peça, reunindo centenas de pessoas na frente do teatro na noite de abertura. O deputado estadual Dan Fisher, que também é pastor batista, já demonstrou apoio ao movimento e pretende proibir a peça de ser apresentada em outras cidades do Oklahoma. Com informações Christian News, Gospel Prime e do blog

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger