Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Para analistas cristãos, discurso anticapitalista do Papa Francisco sugere a instalação da Nova ordem mundial

Marcio Roberto Ramos | 13.7.15 | 0 comentários

Blog mroberto. O papa Francisco fez novamente um duro discurso anticapitalista e pediu a instauração de uma “mudança de estruturas”, o que foi interpretado por muitos analistas cristãos como uma chamada pela nova ordem mundial.

“Temos a obrigação de cuidar dos que nos rodeiam. E para fazer isso, temos que compartilhar nossos recursos”. Francisco fez os comentários durante sua turnê na América do Sul, de acordo com a Associated Press.
Na visita à América do Sul, Francisco afirmou que é preciso redistribuir as fortunas geradas pelo capitalismo para que as injustiças sejam corrigidas e o futuro seja mais promissor: “Como mordomos dessas riquezas que temos recebido, nós temos uma obrigação para com a sociedade como um todo e para as gerações futuras. Nós não podemos legar essa herança a eles sem o devido cuidado com o meio ambiente, sem um sentido de gratuidade nascido da nossa contemplação do mundo criado”, disse, durante entrevista.
Esta não é a primeira vez que o papa apelou para um foco no compartilhamento de recursos, e ao fazê-lo, ele ganhou muitos críticos, principalmente nos Estados Unidos, país baseado no capitalismo e onde residem alguns dos principais analistas cristãos que associam essa postura de Francisco ao comunismo.
De acordo com o Charisma News, muitos cristãos afirmam que as sugestões do papa seriam “puro marxismo”, e alguns acreditam que suas políticas indicam que ele tenta impor uma nova ordem mundial e seria o último papa antes da volta de Cristo.
No entanto, Francisco ignora as críticas e reitera seu pensamento de maior igualdade: “Os bens da terra são destinados a todos, e por mais que alguém possa desfilar sua propriedade, ele tem uma hipoteca social. A pressão exercida sobre os recursos naturais, que são tão abundantes no Equador, não deve se preocupar com benefícios de curto prazo”.
O jornalista Igor Gielow, da Folha de S. Paulo, comentou as associações feitas por críticos do papa de seus discursos ao comunismo, e afirmou que essas falas podem ser uma “esperteza” que tenta distorcer os propósitos reais do pontífice, ou uma “ignorância da história”.
 Do Gospelmais

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger