Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Brasil: A saúde do Acre é a melhor em avaliação no País

Marcio Roberto Ramos | 22.8.12 | 0 comentários


Pelo segundo ano consecutivo, a administração da saúde pública do Acre é considerada a melhor avaliada do país.
Foi o que demonstrou a segunda pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde para medir o nível de satisfação das populações de todos os estados brasileiros com os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).
Denominada de “Painel de Satisfação com o SUS”, a pesquisa do Ministério da Saúde mostrou que 37% dos acreanos avaliaram como “ótima e boa” a atuação do Governo do Estado na área da saúde pública. Somando-se aos 37% dos que consideraram a atuação como “regular”, a avaliação da atual gestão estadual da saúde foi aprovada por 74% da população acreana.
Ao falar da pesquisa, o governador Tião Viana destacou que a liderança da gestão de saúde do Acre pelo segundo ano consecutivo “orgulha o povo acreano”, para o qual o governo vêm procurando realizar, com muita humildade e determinação, um trabalho intenso em todas as áreas da administração pública, em especial a da saúde. “Com humildade, procuramos desenvolver um trabalho intenso em favor do atendimento de saúde pública à nossa população, principalmente às pessoas mais pobres”, assinalou o governador.
Segundo a pesquisa do Ministério da Saúde, o governo do Estado do Amazonas apresentou a segunda melhor avaliação do país, com 33% de sua população considerando a gestão estadual como “ótima e boa”; vindo, em seguida, os governos do Ceará, com 25%; e do Paraná, com 23% de aprovação.
Pela pesquisa, a avaliação do Governo do Acre superou de longe as avaliações dadas aos governos dos grandes estados do país, que apresentaram percentuais de aprovação junto às suas populações bem inferiores aos percentuais dados à gestão pública acreana.
A saúde prestada pelo governo de São Paulo, por exemplo, foi considerada “ótima e boa” por 19% de sua população; a de Minas Gerais, por 24% de sua população; e a do Rio de Janeiro, por apenas 10% da população. A avaliação “ótima e boa” do Distrito Federal, que sedia a capital da República, foi de apenas 6%.
Somando-se a avaliação “ótima e boa” com a avaliação “regular”, a diferença da atuação do governo acreano e a atuação dos governos dos grandes estados do país na área da saúde também foi significativamente superior. Enquanto o Acre apresentou 74% de aprovação geral, São Paulo apresentou aprovação de 60%; Minas Gerais, de 63%; e Rio de Janeiro, de apenas 48%. No Distrito Federal, a soma dos 3 conceitos foi de apenas 32%.
Na pesquisa que mediu o grau de satisfação de toda a população brasileira com o SUS, a população acreana também foi a que melhor avaliou a saúde pública do Brasil. Segundo a pesquisa, 8% dos acreanos consideram a saúde pública brasileira como “ótima e boa” e 50% como “regular”, resultando numa aprovação geral da ordem de 58%. Em segundo lugar na avaliação da saúde pública do país ficou o Amazonas, onde 10% de seus habitantes deram o conceito de “ótima e boa” e 45% de “regular”, resultando numa avaliação geral de 55%. Em terceiro lugar ficou o Paraná, cuja população concedeu avaliação geral de 49%, com 12% de “ótima e boa” e 37% de “regular”.
Os avanços e os desafios da área da saúde
Na última Expoacre, o estande da Secretaria de Saúde mostrou os avanços e os desafios constantes em favor da crescente melhoria da qualidade dos serviços de saúde nos dois primeiros anos do governo Tião Viana.
Foram mostrados, por exemplo, os avanços e desafios de programas como os da Saúde do Homem, Cuidando dos Seus Olhos e da Saúde Itinerante, as medidas de combate à dengue e a malária, as ações de imunização, os mutirões de cirurgias, a ampliação do atendimento nas Uraps, a inauguração de novas unidades de saúde no interior, o Proacre, o apoio à saúde indígena e os transplantes, entre outros projetos.
Visando também a melhoria constante do atendimento da saúde pública, o Governo do Estado instalou a Ouvidoria do SUS, que é um canal de comunicação entre o cidadão e o gestor do Sistema Único de Saúde, que foi criado para facilitar as manifestações dos usuários do sistema sobre os atendimentos prestados em hospitais e outros unidades de saúde. A Ouvidoria tem como missão promover o exercício da cidadania e fortalecer as diretrizes do SUS na busca da crescente qualidade dos serviços prestados.
Criada por meio de decreto do governador Tião Viana, a Ouvidoria atende de forma presencial no andar térreo do prédio da Sesacre. A população também pode entrar em contato, apresentando sugestões, reclamações, solicitações e elogios pelo número 0800 647 0404. As demandas podem ser encaminhadas ainda para o e-mail  ouvidoria. sesacresus@ac. gov.br ou por carta, endereçada à Ouvidoria da Secretaria de Estado da Saúde, sito Rua Benjamim Constant, 830 - Centro - Rio Branco/AC. (Agência Acre)
A Gazeta do Acre

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger