Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Protestos marcam posse para segundo mandato de Barack Obama

Marcio Roberto Ramos | 22.1.13 | 0 comentários

A Igreja Batista Westboro, que classifica Obama como a "Besta" mencionada no Apocalipse, levou seus integrantes para um protesto a poucas quadras do Capitólio, onde o líder fez seu juramento.

Grupos que se opõem ao aborto, aos gastos militares em guerras e ao homossexualismo fizeram nesta segunda-feira pequenos protestos durante a posse do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para seu segundo mandato.

A Igreja Batista Westboro, uma pequena congregação do Kansas, que classifica Obama como a "Besta" mencionada no Apocalipse, levou 25 de seus integrantes para a Rua Três, a poucas quadras do Capitólio, onde o líder fez seu juramento constitucional.

A igreja é conhecida por seus atos durante funerais de soldados americanos mortos na guerra, o que a igreja considera como um castigo de Deus aos EUA por sua tolerância ao homossexualismo.

"A besta mostrará suas verdadeiras cores, e depois Cristo retornará e a consumirá com o espírito de sua boca", dizia uma declaração distribuída pelo grupo.

Já a coalizão Answer, que realiza grandes manifestações contra a globalização e as guerras do Afeganistão e Iraque, organizou uma demonstração na Freedom Square, a três quadras da Casa Branca.

A posse de Obama coincide com a data do nascimento do líder dos direitos civis Martin Luther King, assassinado em 1968 quando foi a Memphis, Tennessee, apoiar uma greve de coletores de lixo. Os ativistas da Answer distribuíram folhetos com os dizeres: "Empregos sim, guerra não".

"É dever de todos nós, como diria King, agitar, educar e mobilizar desde as camadas mais baixas, fazer com que se escutem as vozes de quem segue lutando", disse em uma declaração o porta-voz do grupo, Eugene Puryear.

"Nosso propósito é enviar uma mensagem a todos os políticos, ao presidente, aos senadores, aos representantes e às grandes empresas sobre os problemas do povo trabalhador", acrescentou.

Já o grupo Reform America Created Equal fez um protesto contra o aborto próximo do monumento de Comemoração Naval, que contou com a participação de 20 pessoas. E a Organização Elaine Wooten reuniu aproximadamente cem pessoas em um protesto ambiental, no qual pediu que os EUA cumpram suas obrigações com as tribos indígenas.

Fonte: Jornal Luzilandia


Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger