Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Ex-atriz pornô que largou indústria pornografica por Cristo conta sua trajetória

MARCIORRAMOS OFICIAL | 27.3.13 | 0 comentários

Crissy Moran foi, durante seis anos, atriz de filmes pornográficos e fez muito dinheiro com isso.


Em 2006, aos 30 anos ela decidiu largar a carreira e hoje, aos 37, trabalha em uma organização sem fins lucrativos chamada Treasures, ajudando mulheres a largarem a indústria de filmes pornôs.



Crissy contou em entrevista ao The Christian Post como era sua vida antes e como ficou depois de ter aceitado Jesus como seu salvador. Ela foi criada em uma família cristã, mas questionou sua fé após seu pai sucumbir ao alcoolismo quando se separou da sua mãe.



Isso fez com que Crissy trilhasse o caminho errado, buscando a carreira de atriz pornô em 1999. Mudou-se para a Califórnia, criou seu próprio website no qual atuava em dezenas de filmes de conteúdo adulto e faturou muito dinheiro, cerca de 15 mil dólares por mês. Ela, no entanto, afirma que os conflitos internos eram constantes.



“Quando eu estava na indústria, tinha muitos conflitos sobre o que eu estava fazendo. Ninguém mencionava Deus na minha vida. Saía com vários homens e sempre tinha que estar envolvida com alguém, mas eles não falavam de Jesus comigo. Então, eu estava sempre procurando por alguma coisa enquanto estava nessa indústria”, conta Crissy.


Ela conta que namorava um homem havia dois anos e que chegou a pensar em se casar com ele. Num encontro, após uma briga, ela viu que ele, junto com alguns amigos, ria da esposa de um deles. “Eu disse que esperava que, quando me casasse meu não marido não fizesse esse tipo de coisa”, lembra.

Um dos amigos, no entanto, não compartilhava da “diversão” e tentou evangelizar Crissy. “Comecei a chorar e ele me perguntou se eu queria re-dedicar minha vida. Disse que sim. Depois disso, não fiz mais fotos e parei de aceitar ofertas de pornografia”, rememora.

Crissy conta que nunca teve muitos amigos na indústria pornográfica e que nunca se sentiu à vontade com certos tipos de filme. Ela lembra que “o tipo mais glamoroso de filmes eram divertidos”, mas a parte em que de fato acontecia o sexo ela nunca gostou. “Não era natural parar mim”.

Quando saiu da indústria, Crissy se viu sozinha. Não manteve contato com muitas pessoas e foi julgada até pelas pessoas que trabalhavam no seu site. “Meu webmaster disse que se eu estivesse saindo da indústria para ter um bebê, seria aceitável. Ele se negou a tirar o site do ar”, recorda.

Atualmente Crissy está noiva e usa seu passado para ajudar mulheres com a história similar à dela. “Eu encontrei minha identidade em Cristo e essa relação é como nenhuma outra. Seu amor nunca acaba e a Bíblia diz que Ele nunca nos abandonará. Ele é a definição de amor, o amor que busquei por toda a minha vida”.

Fonte: The Christian Post/blog mroberto

Curta o blog no facebook e twitter

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger