Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Pai de santo é preso por abusar sexualmente de adolescentes ameaçando que elas seriam punidas por “entidades” se não tivessem relações com ele

Marcio Roberto Ramos | 26.3.14 | 0 comentários



Blog mroberto.Um homem foi preso na manhã do último domingo (23) suspeito de abusar sexualmente de duas jovens de 13 e 17 anos. De acordo com a polícia, ele se passava por um pai de santo para cometer os crimes. A denúncia foi feita pela mãe de uma das meninas. Exames de corpo de delito confirmaram que elas sofreram abusos. 


Segundo informações, o suspeito enganava as vítimas dizendo que, em outras vidas, elas teriam tido relações sexuais com entidades espirituais e que deveriam dar continuidade ao ciclo. Para isso, elas praticavam sexo com o suposto pai de santo. Ele também as ameaçava para que não contassem a ninguém, dizendo que elas sofreriam acidentes graves ou que seriam alvos de bruxaria. As meninas sofriam violência desde 2012.
Os atos ocorriam na casa do suposto pai de santo, na QI 12, do Guará I. Ele vivia com os filhos e esposa. 
O acusado negou os crimes. De acordo com o rapaz, ele é apenas um sacerdote espiritual e a doutrina que segue não permite tais atos. Ele alegou que as acusações são fruto de vingança de uma das garotas, pois ele teria descoberto que ela teria perdido a virgindade e teria ameado contar para a mãe dela.
A polícia acredita que outras mulheres foram vítimas de abusos e prossegue com as investigações. O acusado responderá pelos crimes de estupro de vulnerável e estupro mediante fraude. 
Para denunciar casos de abuso sexual, entre em contato com a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente no 61-3361-1049, ou disque 190. A denúncia é anônima.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília


Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger