Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Grupo de ex-gays manifestam repúdio ao Conselho de Psicologia por cassação do registro de Marisa Lobo

Marcio Roberto Ramos | 30.5.14 | 0 comentários

Blog mroberto. A psicóloga Marisa Lobo, que teve se registro de psicóloga cassado recentemente pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP) do Paraná por conta de sua expressão de fé, recebeu manifestação de apoio de ex-homossexuais que são contrários à decisão.

O grupo fundou uma página chamada Ex-gays no Facebook, e tem publicado depoimentos defendendo o direito de homossexuais que estejam insatisfeitos com sua orientação sexual a receber tratamento psicológico adequado, algo que hoje é proibido por uma resolução do Conselho Federal de Psicologia.
“Deus restaurou minha identidade sexual”, diz o pastor Joide Miranda, um dos que manifestaram seu apoio a Marisa Lobo. Uma foto sua com a família ilustra um depoimento de Edna, esposa do pastor: “Meu marido é ex-gay, ele existe. #Repúdio ao Conselho de Psicologia. #MarisaLobo, obrigada por respeitar nossa existência. Edna e Joide Miranda”.
Na descrição da página, os participantes dizem que “é possível deixar as práticas homossexuais! É um direito! É o que comprovam histórias de vida, livros, estudos e conteúdo científico”.
Dentre os motivos da cassação do registro de psicóloga de Marisa Lobo, está a defesa de ideias como as expressadas pelo grupo Ex-Gays. Em 2012, Lobo foi ao Congresso Nacional pedir a alteração da resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe os profissionais d área de atenderem homossexuais que desejem ajuda para deixar a prática.
ex-gays1
ex-gays2
O pastor Arlei Lopes (foto acima) publicou uma nota na página do Facebook esclarecendo a motivação em seu apoio a Marisa Lobo. Confira na íntegra:
Esclarecimento ao apoio à Psicóloga Marisa Lobo
Somos pessoas que deixamos a prática homossexual e fazemos parte de uma diversidade que é rejeitada e odiada pelo movimento GLBTT e agora pelo Conselho Federal de Psicologia.
A psicóloga Marisa Lobo teve coragem de vir à mídia pedir respeito a nós, pois existimos. Queremos deixar claro que essa nomenclatura “Cura gay” não existe, sendo deturpação daquilo que a Psiquiatria chama de Orientação Sexual Egodistônica, isto é, pessoas cientes de sua preferência sexual, mas que desejam uma orientação sexual diferente por causa de transtornos psicológicos e comportamentais, que podem ser alterados, pois somos provas vivas dessas alterações. Porém, hoje, essas pessoas estão sendo impedidas de serem ajudadas pelos profissionais da psicologia e alguns têm recorrido à fé cristã para conseguir ajuda. A psicóloga em questão não foi cassada por fazer esse tipo de tratamento e sim por expor abertamente que é Psicóloga Cristã, e isso é inconstitucional, pois ela tem liberdade de expressão, e nisso a apoiamos.
 Todo ser humano tem direitos e o nossos estão sendo negados. Não nos respeitam como pessoas capazes de tomar decisões, tiram nosso direito a buscar nossa verdadeira essência, negam nossas crenças e valores morais e espirituais em que acreditamos. Ignoram-nos, quando nos ridicularizam dizendo, de forma não científica, que não é possível mudar. O ser humano tem o direito – que é inviolável – de ser gay e de não querer ser mais gay. Eu existo, sou feliz, sou homem completo, assim como meus colegas ex-homossexuais. A psicóloga Marisa Lobo e nós, conhecidos agora como os ex-gays, seguimos os verdadeiros direitos humanos: o de dar liberdade individual, sem qualquer discriminação. Com informação do gospel+

Pr. Arlei Lopes

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger