Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Pastor dá audiência na Band criticando a TV

Marcio Roberto Ramos | 29.8.14 | 0 comentários

Blog mroberto. O ‘Show da Fé’, exibido diariamente das 21h20 às 22h05, não é um fiasco de Ibope, como acontece com a maioria das atrações religiosas da TV aberta. A audiência média em julho, calculada até a quarta-feira (27), foi de 1.3 ponto.
 
Parece um índice irrelevante, mas não é. Significa que, a cada noite, o programa é sintonizado em média por 85 mil domicílios na Grande São Paulo.
 
Isso representa um universo de aproximadamente 250 mil pessoas, de acordo com o padrão estatístico do Ibope. É como se 5 Itaquerões na capacidade normal (48 mil assentos fixos) estivessem assistindo à atração ao mesmo tempo.
 
O programa comandado pelo pastor R. R. Soares, da Igreja Igreja Internacional da Graça de Deus, não faz feio se comparado a outras produções da Band.
 
Rotineiramente pontua acima do ‘Jornal da Noite’, apresentado por Boris Casoy, e até empatou algumas vezes com o ‘Agora é Tarde’, talk show de Rafinha Bastos.
 
Quando uma emissora faz a locação de horário de sua grade para uma igreja, a preocupação com audiência inexiste. Considera-se apenas o valor (e são milhões e milhões) que ajudará a inflar o faturamento do canal. Pastores não são cobrados por dar pouco Ibope.
 
Já para quem cuida da área artística de um canal, ter uma produção desse gênero significa uma dor de cabeça. Como atrações religiosas costumam registrar números muito baixos no Ibope, fica complicado para o programa que vem a seguir fazer uma boa média de audiência.
 
Como se diz no jargão televisivo, ‘é pegar do traço para tentar fechar no azul’. Por azul entenda-se um índice a partir de 1 ponto — o pânico de qualquer produção é ficar abaixo disso.
 
O grande mérito do ‘Show da Fé’ é o carisma e a discrição de R. R. Soares. Ele parece mais preocupado em realmente evangelizar do que fazer cena para as câmeras, como acontece em alguns outros cultos eletrônicos.
 
Sempre que tem oportunidade, o missionário neopentecostal critica o conteúdo da programação da TV. Na opinião dele, a maior parte das atrações exibidas atualmente, especialmente as novelas e os filmes com cenas de violência e sexo, são ‘contaminadas e contaminantes’.
 
Mesmo assim, R. R. Soares e outros religiosos não abrem mão de marcar presença no pecaminoso mundo da TV. Afinal, se não pode vencê-los, junte-se a eles.

Fonte: Portal Terra

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger