Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Seita criada na China defende que Jesus Cristo reencarnou em uma mulher

Marcio Roberto Ramos | 2.9.14 | 0 comentários

Blog mroberto. No último dia 21 de agosto se iniciou na China o julgamento de uma família responsável por um assassinato brutal que aconteceu em maio na cidade chinesa de Zhaoyuan, na província de Shandong. Membros de uma seita que diz que Jesus encarnou em uma mulher, os suspeitos do assassinato afirmam ter cometido o crime porque a mulher morta por eles era um “demônio”.

Segundo informações do Noticias Cristiana, Wu Shuoyan, 37 anos, estava à espera do marido e do filho de seis anos para jantar, em uma lanchonete do McDonald’s, quando foi abordada pela família, que começou a conversar com ela. Em determinado momento da conversa, o grupo que a abordou pediu o número de seu telefone celular. Ao negar fornecer a informação, o grupo começou a espancá-la, e a ameaçar as demais pessoas no local para que não interferissem.
Os responsáveis pelo ataque foram o marinheiro desempregado Zhang Lidong, de 54 anos, suas filhas de 18 e 29 anos, e outras duas mulheres. Todos são réus no processo. O outro filho de Lidong também estava presente durante o ataque, mas não foi listado como réu por ter apenas 12 anos de idade.
Zhang Lidong e os outros membros de seu grupo espancaram Shuoyan até a morte usando um cabo de vassoura. Durante o espancamento eles gritavam com a vítima, dizendo para ela “não voltar na próxima reencarnação”. Ao serem detidos, eles afirmaram que faziam parte da Church of Almighty God (Igreja de Deus Todo Poderoso, tradução livre), também conhecida por Eastern Lightening.
A Almighty God surgiu na década de 90, quando o professor de física Zhao Weisha conheceu uma mulher chamada Yang Xiangbin, que se auto intitulava “Lightning Deng” (relâmpago de Deng) e havia escrito um livro com uma nova versão chinesa da história de Cristo. Intitulado “Lightning From the Orient”, o livro é, ainda hoje, a “bíblia” de quase um milhão de fiéis que seguem a seita, e acreditam na declaração feita por Zhao Weisha de que Yang Xiangbin, é uma reencarnação de Jesus Cristo.
Mantida como um grupo secreto até 2012, a seita já conta com ramificações por todo o mundo e, segundo o site português Observador, é comandado a partir do bairro de China Town, em Nova Iorque, por líderes que teriam fugido da China com passaportes falsos.
Familiares de membros da seita afirmam que o grupo faz com que seus novos membros até mesmo abandonem suas famílias. Segundo relatado pelo The Telegraph, um dos casos é o de Peng Lijuan, uma mulher de 28 anos formada em Ciências da Computação que abandonou o marido e o filho pequeno para seguir à seita.
- Pode ver como é que este culto está tão longe do Cristianismo, que apregoa que a família é importante. Quem diria a uma mãe para deixar a sua criança para trás? – questiona o marido de Peng Lijuan.
Além de casos similares ao da mulher que abandonou a família, ex-membros da Church of Almighty God afirmam também que o grupo religioso convence novos membros a aderir à religião por meio da sedução, e afirmam até mesmo já terem presenciado encontros de mulheres nuas que dançavam em volta de fogueiras, promovidos pela seita. Do gospel+
Veja o vídeo aqui

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger