Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Brasil: Em Rio Branco capital do Acre Temporal causa destruição e pânico.

Marcio Roberto Ramos | 14.9.12 | 0 comentários


Temporal---F.Natan-Peres-7Os ventos começaram a se formar por volta das 14h30 da tarde desta quinta-feira(13) causando pânico a população de Rio Branco.
O dia que amanheceu ensolarado e bastante abafado na Capital deu lugar a um cenário apocalíptico de destruição, o que causou pânico na população, especialmente dos bairros altos da cidade.
Temporal---F.Natan-Peres-7
A cidade foi encoberta com uma nuvem de poeira causada por rajadas de ventos com mais de 50km/h que destelharam casas, prédios e escolas em diversos pontos da Capital. A tempestade também derrubou árvores, postes, torres de telefonia, e feriu diversas pessoas. Uma moradora do bairro Placas foi atingida dentro de casa por uma torre de mais de 40 metros que despencou em cima de sua residência.
A força do vento foi tão grande que arremessou pedaços de telhas a vários quilômetros de distância. Diversos carros foram danificados. O fornecimento de energia elétrica também sofreu inúmeras interrupções durante o temporal, deixando dezenas de bairros sem energia por mais de três horas. Foram mais de cinquenta chamadas emergenciais na Eletrobras Acre em menos de duas horas, devido a curtos-circuitos e fiação que se rompeu.
No bairro Placas, uma torre de telefonia celular caiu e uma mulher saiu ferida sendo socorrida e encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2° Distrito. De acordo com informações a mulher sofreu escoriações leves, porém o susto foi grande.
No Via Verde Shopping, parte do teto de gesso, que fica na bilheteria do cinema, rachou.  Nos presídios Antônio Amaro e Francisco de Oliveira Conde o temporal também deixou prejuízos. Celas foram destelhadas, mas diferente do que havia sido anunciado não houve fuga.
Temporal-causa-2
Altas temperaturas são registradas no Estado

EVELY DIAS
A população acreana tem sofrido com as altas temperaturas durante a estiagem. Na última quarta-feira, 12, o termômetro oficial marcou 35,9ºC em Rio Branco, estabelecendo um novo recorde de temperatura máxima deste ano. A umidade relativa do ar mínima atingiu 40%.
O meteorologista Davi Friale explicou o motivo de tanto calor. “Em praticamente todo o Brasil estamos tendo muito calor devido à baixa umidade do ar e da radiação solar intensa. Isso faz com que a superfície terrestre se aqueça rapidamente e repasse esse calor para a atmosfera. Várias capitais estão passando por essa situação. Para quem estava reclamando de Rio Branco na quarta-feira, com 35,9ºC, outros locais estavam mais quentes. Em Cuiabá, os termômetros marcaram 41ºC. Em Porto Velho, 38ºC. Até em Londrina, que geralmente é uma cidade fria, marcou 34ºC”.
A probabilidade de fortes temporais nos próximos dias é grande, afirmou Davi. E, pelo que aconteceu na tarde de ontem, tais chances já começaram a se concretizar.
“A sensação térmica não está muito alta, pois a baixa umidade do ar faz com que fique equilibrada. A sensação ficaria alta se o clima estivesse úmido e, no caso de agora, está seco. A consequência do calor será ‘temporais’ em alguns lugares. Poderemos ter muita descarga elétrica, raios e ventos fortes, com velocidade superior a 100 Km/h. Também haverá uma eventual queda de granizo em alguns pontos. Há essa probabilidade nos próximos dias. Os temporais são em pontos espaços, ou seja, nunca acontecem em uma grande área simultaneamente. A partir de agora até o final de outubro teremos calor intenso e possibilidade de temporais”.
Nesse período, as lojas de eletrodomésticos aumentam as vendas. De acordo com Celso Sacramento, gerente da Moveis Gazin, a população tem procurado bastante nos últimos dias. “Fazíamos os pedidos nos depósitos para a loja uma vez na semana. Agora, temos de fazer duas vezes. Os ventiladores e umidificadores de ar são os mais vendidos. Em média, vendíamos 80 ventiladores por mês. Em menos de 10 dias, já vendemos 50”.
Nas lojas City Lar, as vendas de ar-condicionados cresceram, disse o gerente Adson Nogueira. “A procura pelos Splits é muito grande. Estamos vendendo bastante ventiladores também. Nossas vendas aumentaram 60%”.
A Gazeta do Acre/ com informações Lenilda Cavalcante/Blog Mroberto

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger