Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Marco Feliciano é alvo nas redes sociais e AVAAZ.

MARCIORRAMOS OFICIAL | 2.3.13 | 0 comentários

Desde que retirou uma petição favorável ao pastor Silas Malafaia, o site de campanhas Avaaz caiu em descrédito entre muitos evangélicos. Chamado de racista e homofóbico, pastor é criticado na internet.


Agora que foi divulgada a possibilidade do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC/SP) ser presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, mais uma vez o site cria um imbróglio com os evangélicos.
Desde que foi anunciado que um acordo entre os partidos na Câmara Federal, daria ao partido de Feliciano o direito de indicar o presidente da Comissão, o nome do pastor surgiu com força. André Luis Dantas Ferreira, líder do PSC, não confirmou quem o partido indicará. Somente na próxima terça-feira (5) será anunciado oficialmente.

Mas a repercussão nas redes sociais não foi nada boa. Centenas de mensagens postadas no Facebook pediam que Feliciano não assumisse, lembrando episódios de 2011 quando ele postou frases polêmicas no Twitter em relação aos negros e aos homossexuais.
O Avaaz já divulgou uma petição contra o deputado, que já conta com mais de 25 mil assinaturas. “É inaceitável que a comissão fique nas mãos de alguém que irá lutar contra qualquer avanço em direção ao reconhecimento dos direitos humanos no Brasil, uma matéria ainda tão frágil em nosso país”, diz o texto da petição.
Marco Feliciano se pronunciou em seu site e pelo Twitter. Disse ser vítima de uma “campanha difamatória” do público LGBT. “Os ativistas gays (estão) desesperados pela possibilidade do meu partido PSC assumir a Comissão de Direitos Humanos. Acalmem-se. Vai dar tudo certo. Eu já havia feito esta denúncia de que os ativistas gays tomaram posse da Comissão de Direitos Humanos, e por lá fazem o que querem. (…) A arte maligna dos ativistas, herança fascista, denegrir a imagem de alguém pra que este não seja respeitado. Estão amedrontados”, escreveu.
O também deputado federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) se manifestou publicamente, classificando Feliciano de homofóbico
Em sua defesa, o pastor disse que seu partido está sofrendo pressões políticas para que ele sequer seja indicado. “Olhem a trama, mais de 10 parlamentares que foram membros dessa comissão ligaram para o líder do PSC pedindo para que eu não assuma a comissão”, escreveu no microblog.
Inconformados, defensores de Marco Feliciano lançaram uma petição no Avaaz apoiando que ele seja o presidente da comissão. Por enquanto são menos de mil assinaturas e muitos evangélicos acreditam que ela será tirada do ar, após o que o presidente da Avaaz no Brasil fez com a petição pró-Malafaia. Com informações de BOL e Terra.

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger