Curta nossa página e fique bem informado com os informes e estudos cristãos.

Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato

Noticia: Prefeitura acusa cantor gospel Davi Sacer de aplicar golpe de R$ 30 mil por não cumprir contrato para show

Marcio Roberto Ramos | 26.4.14 | 0 comentários

Blog mroberto. Na última quarta feira (23), a Prefeitura da cidade de Matriz de Camaragibe (AL) registrou um boletim de ocorrência contra o cantor evangélico Davi Sacer, acusando-o de não comparecer para realizar um show pelo qual teria recebido R$ 25 mil antecipadamente.

O prefeito da cidade, Marcos Paulo (Marquinhos), afirma que o “calote” aplicado pelo cantor chega ao valor de 30 mil reais, se somadas as três passagens aéreas que também foram pagas antecipadamente para a ida do cantor a Matriz de Camaragibe.
- Tivemos que correr as pressas, a fim de manter o evento; sobretudo contratando uma banda gospel regional para suprir a lacuna deixada por um irresponsável – afirmou o prefeito, ressaltando que um esforço já está sendo feito por sua equipe jurídica, a fim de recuperar o mais rápido possível, o valor investido na contratação de Davi Sacer.
De acordo com o site Tribuna Hoje, o show gospel era tido como o grande evento da cidade e aconteceria em comemoração ao “Dia do Evangélico”, data aprovada em projeto de lei pela Câmara de Vereadores da cidade no ano passado, de forma a ser comemorado à véspera da emancipação política do município.
Em seu perfil na rede social Instagram, o cantor Davi Sacer publicou uma nota sobre as acusações, afirmando que nem ele nem sua equipe tinham conhecimento prévio de um evento na cidade alagoana.
- Não tínhamos conhecimento prévio do evento, uma vez que não há qualquer contrato com a Prefeitura da referida cidade, ou mesmo com a empresa G S COSTA ME, tanto que este show sequer constava na agenda divulgada em nosso site – afirmou o cantor.
- Nosso contato com a empresa G S COSTA ME resume-se a uma Carta de Exclusividade referente a evento que seria realizado na cidade de MACEIÓ, no dia 23/04/2014, ou seja, mesma data do evento em Camaragibe – completou.
A nota afirmou ainda que “ninguém além da empresa está autorizado a receber qualquer valor ou firmar qualquer tipo de contrato em nome do cantor, salvo procuração outorgada através de seus representantes legais, o que não é o caso”.
- Apesar de tudo, lamentamos profundamente o ocorrido, e nos desculpamos com aqueles que ansiosamente aguardaram pela presença do cantor Davi Sacer. Esperamos, em breve, poder estar com nossos amigos e irmãos da cidade de Matriz de Camaragibe/AL, o que será uma honra para nós – finalizou a nota. Com informação do gospel+

Category:

0 comentários

AS MAIS MAIS....DO PÚBLICO

CONFIRA TAMBÉM

Fechamento do Dólar nos últimos dias

Recommended Post Slide Out For Blogger